Carro a Gás - Convertedora GNV e Auto Center 

Dúvidas


1.De onde vem o GNV?

O Gás Natural Veicular, ou gás Metano, foi descoberto por Alessandro Volta no ano de 1776. É extraído do subsolo, e não precisa ser beneficiado como o petróleo para a sua utilização. É um combustível ecológico, pois sua queima é completa, quase isenta de resíduos.

2.Porque o GNV não polui nosso ar?

Este combustível, ao contrario do que ocorre com a gasolina, não contem chumbo, nem é misturado a outros combustíveis, desnecessário em função da sua alta octanagem relativa (120-130). É um combustível puro e por haver a redução de quase 90% de compostos pesados, se comparado à gasolina, evita a emissão de benzeno e formaldeídos cancerígenos.

3.Devo trocar o óleo com a mesma freqüência?

Não, com o uso do GNV a emissão dos gases melhora sensivelmente, estes gases não produzem depósitos de carbono no interior do motor e por isto são menos abrasivos aumentando a durabilidade do sistema, por ser isento de umidade não suja o sistema de lubrificação do motor, duplicando o intervalo entre as trocas de óleo e filtro. O GNV, melhora a lubrificação porque os cilindros não são lavados no período de admissão da mistura (Combustível +Comburente), o que elimina o desgaste precoce do motor. Tudo isto agrega economia ao usuário.

4.O catalisador do veiculo movido a GNV de ser removido?

Não, o catalisador é um componente importantíssimo para evitar a poluição, nossa conversão é feita de tal forma a evitar superaquecimento dos gases, com o uso do GNV não há acúmulo de enxofre no escapamento, o que aumenta muito sua durabilidade.

5.O tanque de gasolina é mais seguro que o cilindro de GNV?

Não, nos veículos a gasolina, o combustível é transportado em tanques de chapa de ferro com espessura mínima, estes tanques não são calculados para receber impactos, e ainda levam dentro vapores de combustível e oxigênio, uma mistura altamente explosiva.
No veiculo movido a GNV, o Gás é armazenado em um cilindro construído em aço sem costura ou soldas, com espessura da ordem de 10 mm. Isso literalmente o classifica como um dos componentes mais resistentes do seu automóvel, tornando-se uma blindagem traseira.

6.No caso de colisão o gás pode vazar e pegar fogo?

Isto pode ocorrer até em veículos movidos a Gasolina / Álcool, porém o GNV é armazenado sob pressão permanente e por isto, é impossível que se mescle com oxigênio por entrada de ar nos cilindros. A tubulação de alimentação é dimensionada para altas pressões e por isso são mais resistentes que para os sistemas de combustível líquido. Mas se mesmo assim em caso de colisão houver algum vazamento, ao invés de se espalhar sob o veículo, por ser mais leve que o ar, o gás sobe e se dissipa rapidamente na atmosfera.

Outro ponto de segurança é a chave de comando, que funciona com um dispositivo de automático que corta o fluxo de GNV , caso do motor deixe de funcionar por mais de 10 segundos.

7.O GNV é mais inflamável que a Gasolina?

Não, a temperatura de combustão da gasolina é 200ºC, do Álcool é 300ºC, já a do GNV é superior aos dois combustíveis, 600ºC.

8.O GNV é tóxico?

Não, o gás é inodoro na natureza, ele é odorizado para que possa ser detectado no caso de vazamento, ele não é tóxico, nem provoca danos a saúde se inalado acidentalmente. Como todos os gases deve-se evitar o acumulo, o GNV é um gás de baixa densidade e de fácil dissipação na atmosfera.

9.Posso fumar no meu veículo movido a GNV?

Claro que sim. Para atingir a combustão, seria necessária uma grande quantidade de Gás Natural, que seria certamente detectado devido ao forte odor. Em conseqüência disto, havendo escape de gás em ambiente interno, a chance de combustão iniciada por fontes como interruptor de eletricidade, brasa de cigarros, etc, é muito remota, pois como já dissemos anteriormente o GNV é mais leve que o ar e se dissipa rapidamente.

10.Porque devo converter meu veiculo em um instalador homologado?

Somente, não haverá riscos aos usuários, desde que a conversão tenha sido feita dentro das normas técnicas exigidas pela ABNT, em oficina instaladora credenciada e homologada pelo INMETRO. Somente essas empresas credenciadas, fornecem o "Atestado da qualidade do convertedor" atestando que essas rigorosas regras foram cumpridas, e permitindo que o veículo seja homologado pelo INMETRO e legalizado pelo Departamento de Trânsito.

11.Posso remover o Kit de um veiculo e Reinstalar em outro veículo?

Sim, é possível mudar o equipamento de GNV de um veículo a outro. Lembre-se, o serviço deverá ser feito somente por uma oficina instaladora homologada pelo INMETRO” e o veículo deverá obter uma nova homologação neste órgão.

12.O que devo fazer caso sinta cheiro de Gás no interior do veículo?

Mantenha os vidros abertos, feche o registro do cilindro de GNV e dirija-se a oficina instaladora que efetuou sua conversão.

13.O que é, e a importância do Misturador?

O misturador é o componente que promove a dosagem de gás, necessária ao correto funcionamento do motor, caso não seja decorrente de um projeto meticuloso, analisado em dinamômetro, ocasionará perda de potencia e excesso de consumo.

14.Caso ouça ruído de pequenos estouros, como devo proceder?

Em caso de pequenos estouros no motor, volte a utilizar o combustível original (gasolina / álcool), para evitar danos ao motor e dirija-se à instaladora para verificar velas e cabos de vela.

15.Porque meu veiculo parece não consumir GNV uniformemente?

A marcação de gás através dos leds da chave comutadora deve ser utilizada para simples referencia, e não deve ser utilizado para controle de consumo gás / Km rodado, uma vez que esta marcação acusa a pressão do cilindro e não seu volume.

16.O que é um Variador de Avanço?

É um dispositivo eletrônico que processa informações que são enviadas à unidade de comando da ignição eletrônica, ajustando o ponto de ignição levando em consideração o combustível utilizado (aumenta o ângulo de avanço original em até 15º). Com isto, consegue elevar o torque do motor a praticamente o mesmo torque do combustível original, eliminando aquela sensação de perda de potencia.

17.O que é o gerenciador de mistura e para que serve?

É um dispositivo eletrônico que controla a mistura gás levando em consideração o oxigênio encontrado no escapamento, possibilitando uma queima mais perfeita e menos poluente. Este controle é feito através da analise efetuada pela sonda lambda (componente original do veículo).

18.O que é o Redutor de pressão?

É um componente que tem por finalidade reduzir a pressão do gás de 200 bar para a pressão atmosférica. É recomendado que se faça circular por ele a água do radiador ou agregar uma resistência de aquecimento, evitando assim o congelamento causado pela expansão do gás no seu interior.

19.Por que raramente consigo encher meu cilindro?

O volume efetivo do cilindro de gás dependerá das seguintes condições:
Temperatura: 21ºC
Pressão: 200 bar
Modificando estas condições o volume do cilindro será alterado. Normalmente, devido o trabalho exercido pelo GNV durante o abastecimento, ocorre o aquecimento do cilindro superior a temperatura de 21ºC, devido este fato, dificilmente o cilindro será preenchido por completo.
Dica: espere o cilindro esfriar e então reabasteça o veiculo, desta forma, deverão entrar os aproximadamente 2 m3 faltantes.

20.Posso montar o Kit de um veiculo Carburado em um veiculo c/ injeção eletrônica?

Sim, porém não se esqueça que deverão ser agregados alguns componentes eletrônicos, tais como simuladores, variador de avanço, chave comutadora e outros, que encarecerão a reinstalação. Normalmente esta prática não e a mais econômica.